teorias sociais

Quais são as teorias sociais que se enfrentam no final do século XIX e início do XX?


Para os católicos, o trabalho é uma sentença condenatória, como reafirmará a Rerum Novarum, em 1891.
Para os liberais, é uma disputa mercantil. Para Marx, é a única possibilidade de redenção, junto com a revolução, e por isso é um direito a ser conquistado. Somente Taylor, no plano prático, e Lafargue, no plano teórico, consideram o trabalho um mal que deve ser reduzido ao mínimo, ou evitado.
As teorias sociais dessa época se diversificam segundo a posição que defendem em relação ao conflito. A burguesia teme perder o poder que acabou de conquistar com a Revolução Francesa, e assim passa a ter medo de outras revoluções. De um lado, encontram-se a teoria liberal e o cristianismo, baseados no medo do conflito. De outra, a teoria marxista, fundada, ao contrario, na esperança da revolução. Somente no nosso século, com a teoria dos sistemas e com Dahrendorf, vai se chegar a afirmar que o conflito, se contido dentro de certos limites e arbitrado pelo Estado, é útil às organizações, pois determina seu dinamismo e crescimento.

  1. nascimento da sociedade industrial
  2.  Iluminismo
  3. um século de descobertas
  4. burguesia
  5. produzir
  6. a sociedade mudou
  7. Engenheiros
  8. teorias sociais
  9. Rerum Novarum
  10. Ensinamento da encíclica

Nenhum comentário:

Postar um comentário